quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Porque ler é um ótimo remédio!

A leitura tem sido o meu "remédio", ajuda-me a "desligar" do mundo, a encontrar algum conforto através das palavras...

Não procuro encontrar respostas para as minhas inúmeras questões {até porque tenho consciência que não existem}, mas sim, procuro encontrar alguma paz, algum alento, não só através de testemunhos, como também de histórias {fantasiosas ou não} sobre a vida para além da morte... porque acredito que a nossa existência não termina aqui... não há um fim, há uma ausência... e é com esta ausência que tenho de lidar, todos os dias... é esta ausência que me pesa, que torna os meus passos mais lentos, que me baralha os pensamentos, que me entorpece, todos os dias...

E é esta ausência, este vazio que me dói, que corrói... porque a dor da perda existe em cada uma das pessoas que o perdeu - os amigos, a família, os colegas - mas a ausência diária... essa dorme na minha cama... senta-se no meu sofá... está no lugar vazio à mesa... todos os dias... a toda a hora...

Por isso, o meu, mais recente, refúgio encontra-se nos livros... nas palavras... no alento que vou encontrando em cada livro... porque, enquanto leio estou comigo, foco-me em mim, nos meus pensamentos, naquilo que quero e, acima de tudo, naquilo que preciso... e, nesta altura, preciso de paz, de sossego... preciso de tomar rédeas à minha vida, evitando {ou pelo menos tentando} tudo o que vá contra aquilo que eu quero e preciso!

Partilho convosco alguns dos livros, talvez possa ajudar quem também precise:

"Quando Acontecem Coisas Más Às Pessoas Boas" (Harold S. Kushner) - Ajuda-nos a entender que a tão repetida questão "porquê" deve ser substituída pela "E agora?"
"Morrer é só não ser visto" (Inês de Barros Baptista) - testemunhos reais de quem perdeu um ente querido
"A Cabana" ( William Paul Young) - Livro avassalador... devorei-o em meia dúzia de horas... 

Sem comentários: